Campina Grande 2035 – Prosperidade e Qualidade de Vida para Todos

“Não há vento favorável para quem não sabe para onde ir” (Sêneca).

Por isso, estamos construindo um Plano Estratégico para orientar o desenvolvimento de Campina Grande e municípios de seu entorno (Boa Vista, Fagundes, Lagoa Seca, Massaranduba e Queimadas) nos próximos 20 anos!

O Plano Campina Grande 2035 almeja uma efetiva transformação da realidade socioeconômica de Campina Grande e de municípios do seu entorno e, para tanto, atenderá a quatro objetivos:

  • Construir uma visão de futuro compartilhada e um projeto de desenvolvimento sustentável e de longo prazo para Campina Grande e municípios do entorno
  • Aumentar a atratividade da cidade para investimentos, fomentando o seu desenvolvimento econômico e social
  • Estimular a convergência e a integração entre instituições públicas e privadas nas oportunidades com maior potencial para geração de benefícios econômicos e sociais para Campina Grande e municípios do entorno
  • Melhorar a destinação e a qualidade do gasto público na cidade de Campina Grande e em seu entorno, aumentando suas capacidades de captação de recursos externos

O Plano Campina Grande 2035 também contemplará, em seu escopo, o complexo produtivo e habitacional Aluízio Campos, reconhecendo o empreendimento como fundamental para a expansão das potencialidades da região no médio e longo prazos.

Este trabalho é fruto de uma parceria inédita entre sindicatos, associações representantes do setor empresarial e do poder público. Assim sendo, o plano será financiado exclusivamente por recursos da iniciativa privada e da SUDENE, será conduzido por um Comitê Gestor Multi-institucional, do qual fazem parte as seguintes entidades: Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (FIEP), Associação Comercial de Campina Grande (ACCG), Câmara dos Dirigentes Lojistas de Campina Grande (CDL), Sindicato da Indústria da Construção e do Mobiliário do Estado da Paraíba (SINDUSCON/PB), SEBRAE, Prefeitura Municipal de Campina Grande, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB), Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (SUDENE), Federação das Associações de Municípios da Paraíba (FAMUP) e Governo do Estado da Paraíba.

O Plano Estratégico Campina Grande 2035 já foi iniciado e estará pronto até o final deste ano. Conheça as diferentes etapas do Projeto no menu abaixo!

Conheça as Etapas do Projeto

Clique na etapa para mais detalhes

Levantamento e registro do que está sendo planejado ou feito hoje pelas iniciativas pública e privada em Campina Grande. Será construído um inventário das iniciativas com maior potencial de geração de efeitos duradouros para a cidade. Assim sendo, serão inventariados os principais empreendimentos estruturantes e as principais legislações e estudos que podem ter grande impacto na construção da estratégia da cidade.

Avaliação da evolução dos principais indicadores econômicos e sociais da cidade e municípios do seu entorno (Boa Vista, Fagundes, Lagoa Seca, Massaranduba e Queimadas) nos últimos 20 anos. O objetivo deste diagnóstico é entender, com base em fatos e dados, em que áreas Campina Grande e seu entorno evoluíram no período, e em quais há maior concentração de problemas. Desse modo, o diagnóstico tornará possível uma maior focalização no que de fato fará diferença na construção do futuro! Serão analisadas questões relacionadas à demografia; espaço urbano e mobilidade; qualidade de vida; educação, conhecimento e inovação; desenvolvimento econômico; inclusão social; sustentabilidade urbana e ambiental; e gestão, finanças e serviços públicos.

Esta etapa consistirá em entrevistas com especialistas e importantes lideranças sociais do município, contando, também, com a participação de toda a população, que poderá participar por meio da pesquisa web disponibilizada neste mesmo website.

Acesse a área “Pesquisa” neste portal e dê sua opinião preenchendo um questionário sobre o momento atual e o futuro desejado para a cidade e municípios de seu entorno (Boa Vista, Fagundes, Lagoa Seca, Massaranduba e Queimadas). Compartilhe conosco suas sugestões para planejarmos juntos o futuro de Campina Grande!

Será feita uma comparação sistemática de desempenho de Campina Grande com cidades semelhantes (demografia, geografia, perfil econômico, etc.). Nesta mesma etapa será feito um mapeamento de práticas reconhecidamente bem-sucedidas em outras cidades do Brasil e do mundo. O objetivo é permitir o aprendizado e a inspiração com experiências de sucesso em outras cidades para compreender como elas superaram desafios importantes e avançaram em diversas áreas (educação, saúde, desenvolvimento socioeconômico, etc.). É importante que Campina Grande se baseie nas boas práticas de outros municípios para se desenvolver ainda mais!

Nesta etapa serão traçadas as principais tendências para a cidade nos próximos 20 anos. Assim será possível ampliar a capacidade da cidade em lidar com as incertezas, considerando-as na definição das estratégias para permitir que Campina Grande atue proativamente em relação aos principais desafios e oportunidades identificados.

Esta etapa consistirá na elaboração de visão de futuro para Campina Grande, correspondendo ao desenho do futuro desejado para a cidade em 2035, considerando, também, municípios do seu entorno (Boa Vista, Fagundes, Lagoa Seca, Massaranduba e Queimadas). A formulação desta visão ajudará na consolidação da identidade de Campina Grande e de municípios do seu entorno, apoiando a construção da agenda que colocará a região em trajetória de desenvolvimento sustentável no médio e longo prazos. A visão consistirá em uma frase síntese, contemplando o futuro desejado, e em atributos e metas mobilizadoras de longo prazo para cada uma das 7 áreas de resultado do Plano (qualidade de vida; prosperidade e competitividade econômica; educação, conhecimento e inovação; sustentabilidade urbana e ambiental; inclusão social, estrutura e organização territorial; e gestão pública)

Esta etapa corresponde ao delineamento da área de influência do complexo, bem como de suas vocações estratégicas e de um modelo de negócio para a sua sustentabilidade econômica, social e ambiental. Para tanto, serão consideradas experiências bem-sucedidas de outras localidades.

O desenho urbano da cidade de Campina Grande será revisado, contemplando, também, suas principais conexões com os municípios do entorno. Esta etapa reunirá diretrizes para o uso e a ocupação de áreas do território, uma agenda de renovação e de inovações urbanas e as intervenções urbanísticas estruturantes planejadas para a cidade nos próximos 20 anos.

A visão de futuro será desdobrada em 7 eixos estruturantes do desenvolvimento: (1) prosperidade e competitividade; (2) qualidade de vida; (3) educação, conhecimento e inovação; (4) sustentabilidade urbana e ambiental; (5) inclusão social; (6) estrutura e organização territorial; e (7) gestão pública. A partir de então será feito um aprofundamento da estratégia, com definição de objetivos, indicadores, metas e linhas de ação (estratégias específicas) para cada uma destes eixos estruturantes do desenvolvimento da cidade.

O objetivo é definir os projetos (públicos, privados ou em parceria) que alavancarão a cidade rumo à visão de futuro. Será por meio da execução desta carteira de projetos que Campina Grande transformará as intenções descritas no plano em resultados concretos, operacionalizando os objetivos estratégicos definidos na etapa “Áreas de Resultado: Desafios, Estratégias e Metas”.

Nesta etapa serão consolidadas as principais oportunidades e os principais desafios relacionados a municípios selecionados no entorno de Campina Grande (Boa Vista, Fagundes, Lagoa Seca, Massaranduba e Queimadas). Serão delineadas, nesta etapa as iniciativas com maior potencial de garantir a estes municípios o aproveitamento destas oportunidades e a superação destes desafios. Serão organizadas, portanto, agendas estratégicas específicas, uma para cada município.

Esta etapa traçará as diretrizes gerais para a ordenação do espaço urbano de Campina Grande, contemplando, também, suas principais conexões com municípios do entorno. Será estabelecida uma agenda de inovações urbanas e das intervenções urbanísticas estruturantes planejadas para a cidade nos próximos 20 anos.

Para sair do papel e se tornar realidade o Plano Estratégico demandará recursos. Nesta etapa será feito o dimensionamento do volume dos recursos requeridos para a execução do plano ao longo dos próximos 20 anos, sendo eles privados, públicos (municipais, estaduais e federais), originados de operações de crédito, de fontes alternativas como organismos internacionais e de parcerias público-privadas.

Para assegurar que o Plano Estratégico será implantado e bem gerido, bem como para protege-lo de eventuais descontinuidades políticas, será montado um modelo de governança multi-institucional que reunirá as lideranças públicas e do setor privado da cidade e dos municípios do entorno, tomando por base as melhores práticas nacionais e internacionais neste terreno.

Durante a execução do projeto, uma equipe técnica designada pelas instituições locais pertencentes ao Comitê Gestor do projeto será capacitada nas metodologias e práticas relacionadas ao Planejamento e Gestão Estratégica de cidades. O objetivo é garantir a passagem de conhecimentos e a efetiva participação da equipe local no processo de construção, gestão e execução da estratégia de longo prazo para a cidade de Campina Grande e municípios de seu entorno.

Ao longo da execução do projeto serão realizadas de oficinas de reflexão estratégica. Nestas reuniões serão debatidas questões relacionadas ao direcionamento estratégico de Campina Grande e de municípios de seu entorno em relação aos eixos estruturantes do Plano Estratégico: Prosperidade e Competitividade; Qualidade de Vida; Educação, Conhecimento e Inovação; Sustentabilidade Urbana e Ambiental; Inclusão Social; Estrutura e Organização Territorial; e Gestão Pública. As principais conclusões obtidas a partir das apresentações e debates promovidos nestas oficinas auxiliarão na construção do Plano Estratégico de Longo Prazo de Campina Grande Municípios do entorno 2035.

Esta etapa consistirá na realização de um concurso junto a estudantes dos Ensinos Fundamental e Médio, com o tema “Campina Grande do Futuro”. O objetivo é engajar a juventude na construção do Plano Estratégico: os principais insights provenientes deste concurso serão reunidos em um relatório que auxiliará na construção do Plano Estratégico de Longo Prazo de Campina Grande Municípios do entorno 2035. A programação desse concurso e a forma de participar serão divulgados oportunamente.